OGM: um compasso de espera

quinta-feira, março 16, 2006

Snuppy é o primeiro cão clonado

Snuppy teria uma vida de cão normal, não fosse o pormenor de ter sido produto da ciência. O cachorro nasceu há 16 semanas e é a mais recente coqueluche dos seus donos - um grupo de cientistas sul-coreanos.
A vida de cão pode ser difícil, mas a do pequeno cachorro Snuppy será com toda a certeza diferente. A mais recente 'estrela' do reino animal, mostrada ao mundo após o seu nascimento há 16 semanas, é a prova de que a primeira experiência de clonagem de um cão foi, até agora, bem sucedida.De acordo com o artigo publicado na revista científica "Nature", a clonagem do primeiro cachorro foi realizada por um grupo de cientistas sul-coreanos da Universidade Nacional de Seul, com a ajuda de especialistas americanos. Segundo os peritos, este pode ser mais um avanço no tratamento de doenças que afectam os humanos, como a diabetes e a demência.Hwang Woo-suk, chefe de equipa de cientistas que clonaram Snuppy, já tinha surpreendido a comunidade científica quando, em Fevereiro deste ano, reclamou ter isolado as primeiras linhas de células embrionárias, implantando-as no ADN de alguns dos seus pacientes.Agora, Woo-suk volta a chamar a atenção com o artigo publicado na "Nature" revelando ter tido sucesso na clonagem de um galgo afegão, a partir do material genético retirado da pele da orelha de um cão da mesma raça, com três anos de idade. O óvulo foi estimulado acabando por se dividir, sendo depois implantado no útero de uma cadela labrador. A gestação durou dois meses e o pequeno Snuppy nasceu depois de goradas as experiências que envolveram o implante de 1.095 embriões em 123 cadelas. Estas experiências conseguiram fazer com que três cadelas engravidassem. Porém, uma gravidez foi mal sucedida terminando em aborto, e as outras duas resultaram na morte dos cachorros devido a problemas respiratórios.Antes do Snuppy, outros animais foram já clonados - a mediática ovelha Dolly, e ainda vacas, gansos, porcos, coelhos, gatos, mulas, cavalos, ratos e bois selvagens da Índia. Eis-nos pois chegados ao melhor amigo do Homem...